COMO SABER QUAL É A VONTADE DE DEUS EM SITUAÇÕES NA MINHA VIDA?

Uma das coisas mais difíceis na caminhada cristã é entender qual a vontade de Deus.Sabemos que Ele tem o melhor para nós, mas não sabemos como tomar as decisões corretas e muitas vezes isso nos incomoda bastante. Fazer este ou aquele curso na faculdade, sair ou ficar em tal emprego, ir ou não ir em determinado lugar, aceitar ou não determinadas propostas, etc.
Baseado nisso, vamos estudar quatro fatos importantes para nos ajudar a saber qual é a vontade de Deus.

ANALISE SE SEUS PLANOS ESTÃO DE ACORDO COM O QUE DEUS JÁ REVELOU EM SUA PALAVRA
A Bíblia é a fonte mais confiável de todas, pois foi inspirada pelo Espírito Santo e não por inspiração de alguém (II Pedro 1:20-21; II Timóteo 3:16). Por isso, em muitos casos não precisamos nem orar à respeito, pois já está escrito na Bíblia qual é a vontade de Deus.

Mas também precisamos entender que a Bíblia não fala especificamente sobre todos os pecados. Exemplo: Ela não fala sobre drogas, mas fala que o nosso corpo é morada do Espírito Santo e devemos cuidar dele (I Coríntios 6:19,20).

Precisamos conhecer a Bíblia, para evitarmos sofrimento com as decisões erradas. Jesus disse: "Vocês erram por não conhecerem as Escrituras e nem o poder de Deus" (Mateus 22:29).

ENTENDA COMO É A VONTADE DE DEUS
Muitas pessoas têm medo de orar e perguntar a Deus qual é a vontade Dele, pois acham que Ele irá frustrar os seus planos. Isso acontece porque elas ainda não têm uma ideia clara do caráter de Deus. Muitos crentes acham que Deus é mau e que se elas falharem, serão castigadas e nada mais dará certo em suas vidas.

Se olharmos para Jesus, veremos a vontade de Deus expressa Nele, seja um vontade específica (propósito Dele, Salvador) ou geral (Jesus vivia bem, não lhe faltava nada, era feliz, etc.),

Jesus é a expressão exata de Deus (Hebreus 1:3). Jesus curava, perdoava, se compadecia dos mais fracos, não tinha "pedra em suas mãos" e não pagava o mal com o mal. Analisando assim, você poderá entender melhor o Seu amor. A Bíblia diz que a vontade de Deus é boa, perfeita e agradável, mas para experimentá-la, é preciso renovar a mente com a Sua Palavra e agir conforme ela (Romanos 12:2). Com o tempo você verá que Deus faz todas as coisas cooperam para o seu bem (Romanos 8:28).

Na missão de Jesus vemos a Vontade de Deus para nós!

“O Espírito do Senhor é sobre mim, Pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados de coração, a pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, A pôr em liberdade os oprimidos, A anunciar o ano aceitável do Senhor”. (Lucas 4:18-19).

CONVERSE COM DEUS
Há momentos em que realmente ficamos confusos e não conseguimos enxergar claramente a vontade de Deus, por isso precisamos orar antes de tomar qualquer atitude. A oração faz com que nosso coração se alinhe ao de Deus.

Talvez não tenha nada de errado em tomar tal decisão, mas às vezes ainda não é o tempo de Deus ou talvez Ele tenha algo melhor para você. Por isso é tão importante orar em todas as situações.

Muitas vezes precisamos tomar uma decisão com urgência, então é nessa hora que precisamos agir pela fé. Se Deus nos ama e a Sua vontade é boa, perfeita e agradável e você temos obedecido a Sua Palavra, então, O Espírito nos guiará na decisão que devemos tomar. O Salmo 25:12 diz: "Ao homem que teme ao Senhor, Deus o instruirá no caminho que deve escolher". Note: “Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e inofensivos como as pombas. Acautelai-vos, porém, dos homens; porque eles vos entregarão aos sinédrios, e vos açoitarão nas suas sinagogas; E sereis até conduzidos à presença dos governadores, e dos reis, por causa de mim, para lhes servir de testemunho a eles, e aos gentios. Mas, quando vos entregarem, não vos dê cuidado como, ou o que haveis de falar, porque naquela mesma hora vos será ministrado o que haveis de dizer. Porque não sois vós quem falará, mas o Espírito de vosso Pai é que fala em vós”. (Mateus 10:16-20)

Isso mostra que Deus nos instrui de alguma forma: seja através de uma paz (ou falta dela) que sentimos após orarmos, através de uma impressão que sentimos em nosso interior, ou através de sinais externos.

Nem sempre é fácil fazer as escolhas certas; às vezes falhamos porque agimos por impulso ou porque não confiamos totalmente em Deus e fazemos do nosso jeito. Com isso, sofremos, nos ferimos e ficamos no prejuízo, mas precisamos aprender com os erros para não praticá-los outra vez e crer que Deus faz cooperar tudo para o nosso bem, inclusive as coisas que deram errado (Romanos 8:28).

Pr. Leonardo Alcântara